sábado, 20 de julho de 2013

Coelho









“Como a maioria das pessoas pensam em termo materialistas, não podem entender a minha obra. Esta é a razão pela qual não considero necessário apresentar meros objetos, para fazer com que as pessoas comecem a entender que o homem não é um mero ser racional”
Joseph Beuys





Albert Dürer (1471-1528) A young hare, 1502. Guache e aquarela. Albertina Museum. Nasceu e morreu em Nuremberg. Foi pintor, gravador e ilustrador. Começou como ourives na oficina de seu pai. Foi o grande nome do renascimento do Norte. Homem de grande cultura tinha interesse pela matemática, geometria, geografia e fortificação. Foi casado com Agnes e não teve filhos. Viajou a Itália e, em Veneza sofreu influência de Mantegna. Deve ser a figura de coelho mais conhecida da história da arte.






Ticiano Vecelio (1490-1576) Madona of the Rabbit, 1530.  Museu do Louvre. Nasceu em Preve di Cadore e morreu em Veneza, onde viveu toda sua vida. Dedicou-se paisagens, aos retratos e às cenas religiosas e mitológicas. Começou muito cedo, aos 10  anos entrou para o atelier de Zucato, o maior nome da arte do mosaico. Aos 14 anos, foi admitido no atelier de Giovanni Belini, onde fez parceria em várias obras com Giorgione. A morte precoce do artista, deixou Ticiano como o grande nome da Escola Veneziana. Nos últimos anos de sua vida, aprofundou-se na produção de retratos.






Jan Weenix (1640-1719)  Pintor holandês nascido em Amsterdam. Viveu em Ultrech. Foi aprendiz do seu pai Jan Baptist. Pintura de gênero, cena de caça e animais foram seus assuntos prediletos. Nature morte aux trophées de chasse au liève et aus perdrau.







Jean-Baptist-Simeon Chardin (1699-1779) Pintor barroco francês. Foi aluno de van Loon. Tornou-se membro da Academia de São Lucas e da Academia de Arte de Paris.  Seus temas prediletos a pintura de gênero, as naturezas mortas e a representação de animais e frutas. Pintava muito lentamente e deixou no máximo 200 obras. Rabbit and Cooper pot, 1739-1740. National Museum, Stockolm.





Sir Henry Reaburn (1756-1823) Pintor nascido em Edimburo. Aos 15 anos, começou como ourives, sua perícia chamou a atenção de um professor de pintura que o introduziu nesse ofício. Tornou-se o mais retratista da Escócia e para seu aperfeiçoamento viajou par Itália, onde estudou a obra de Michelângelo e para Espanha, onde dedicou-se à obra de Velazquez. Boy with rabbit,1814. Royal Academy of Art, Londres.







Joseph Beuys (1922-1986) How to explain art to a dead hare,1965.  Performance. Nasceu em Klefild e morreu em Düsseldorf. É um dos mais importantes artistas da arte contemporânea. Aliou arte e política. Utilizou-se de desenhos, pinturas, objeos, instalções, performances e happenings para construir sua monumental obra.




Andy Warhol (1928-1987) Artista americano nascido em Ptisburgo. Foi o maior nome da Pop Art. Pintor, desenhista, cineasta e empresário. Das coisas do cotidiano transformava em obras de arte. Chocolate Bunny,1983. Coleção particular







Jeff Koons (1955-) Artista conceitual americano, nascido em York, Pensilvânia. Estudou na escola do The Art Institute of Chicago. Foi casada com a atriz italiana Ciciolina e, além de um filho, elaborou uma série de pinturas e esculturas eróticas representando os dois em ato  sexual. Depois do divórcio, travou luta judicial pela guarda da criança, que terminou ficando com a mãe. Koons trabalha por séries apropriando-se de objetos do dia a dia e coisas comuns da vida. Produz múltiplos em uma fábrica. Vive e trabalha em York e em Nova York. Rabbits, 1986.



Jeff Koons _of Contemporary Art, Chicago, 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário